Categorias

Aproveite o post

Curiosidades

Comida em realidade virtual: inovação tecnológica alcança a gastronomia 

Comida em realidade virtual: inovação tecnológica alcança a gastronomia
Restaurante Tree By Naked mescla tecnologia e gastronomia (Foto: Reprodução)

A inovação tecnológica tem se tornado o novo mecanismo de avanço no mundo, e é claro que na culinária não seria diferente. Uma novidade extraordinária chegou no mundo da tecnologia: agora é possível sentir o sabor dos alimentos de forma virtual. Algo que foi muito esperado por alguns e muito desacreditado por outros, virou realidade! 

No Japão, na Universidade de Tóquio o professor de doutorado Takuji Narumi desenvolveu uma tecnologia surpreendente que produz comida em realidade virtual, através de eletrodos que são capazes de estimular a boca e a língua, produzindo sabor e textura semelhantes ao de alimentos reais. Por meio de um dispositivo com sensores, as papilas gustativas são estimuladas, provocando essa sensação, e os eletrodos também são usados para estimular a mandíbula e a mastigação. Este projeto faz parte do Electric Food Texture System (Sistema de Textura de Comida Elétrica).

 

Como funciona a comida em realidade virtual

Para desenvolver esse sistema, os pesquisadores trabalham com equipamentos que consistem em uma placa metálica, que é impulsionada por um aparelho para transferir diferentes temperaturas para a língua humana, podem ser de alta ou baixa frequência, longos ou curtos, que funcionam como um sensor. Ao colocar a placa na boca, “provando-a”, é possível sentir alguns sabores puros, como doce, salgado, azedo, amargo ou apimentado. Esse dispositivo traduz a sensação que vem do paladar e transfere para a língua o gosto que é transmitido da imagem que se vê. 

Já para simular a textura do alimento, é usado um eletrodo ligado no músculo da mandíbula e através da corrente elétrica, os músculos da mastigação são estimulados a contraírem ou relaxarem, fazendo com que as mordidas sejam mais leves ou mais fortes, passando a sensação de dureza ou maciez ao morder a placa. Os cientistas continuam estudando formas de elaborar algo ainda mais miraculoso, procuram métodos para estimular a sensação a partir do nada, ou seja, sem que haja essa placa na boca. Que ideia genial, não é mesmo?

 

As vantagens da nova tecnologia

E para ficar melhor, essa tecnologia que produz comida em realidade virtual apresenta muitas vantagens, como por exemplo, para as pessoas que tem extrema dificuldade em emagrecer ou em praticar a reeducação alimentar.

Os desenvolvedores relatam que os headsets de RV (Realidade Virtual) podem diminuir nossos sentidos, de maneira que reduzem o apetite e fazem com que os alimentos de baixo teor calórico sejam mais gostosos e ainda enganem nosso cérebro, fazendo-nos pensar que estamos comendo mais do que realmente estamos, podendo reduzir a quantidade de comida que uma pessoa come em 10%. 

Além disso, pessoas com algum tipo de restrição alimentar também serão beneficiadas com esse projeto, pois ele pode produzir vários tipos de alimentos mudando algumas composições e elementos nutricionais, mas ainda sim permanecendo com um bom resultado final.

A comida em realidade virtual está evoluindo a cada dia, e ficando mais próxima de ser uma realidade em nossas vias cotidianas, com muito mais velocidade do que muitos possam supor! Imagine só, podermos conhecer os variados tipos de alimentos por meio de um sensor antes mesmo de comprá-los nas lojas virtuais? E experimentarmos uma comida diferente antes de pedir em um restaurante? E Também simular o sabor de um alimento em outro, como por exemplo, substituir o sabor do jiló pelo gosto de chocolate. Incrível!

Pode até parecer algo distante da realidade dos brasileiros, mas, na verdade, já está à porta, e nós, os consumidores, seremos os protagonistas desse novo marco da tecnologia e da gastronomia que vem chegando para suprir as necessidades socioeconômicas e atrair o paladar de muita gente. 

 

Como uma comida de “mentira” vai atrair tantas pessoas?

Diante disso tudo, você deve estar se perguntando: Como uma comida de “mentira” vai atrair tantas pessoas? A resposta a essa pergunta está nos diversos estudos, pesquisas e experimentos que concluíram que nosso cérebro é responsável pelos nossos sentidos, ou seja, se algo é atraente, com uma textura agradável, nosso cérebro estará pré disposto a experimentar. E então vem o ponto primordial, o sabor sempre será manipuladamente muito agradável! Sendo assim, nosso cérebro automaticamente passa a aceitar a ideia de experimentar e repetir o processo, uma vez que sempre será prazeroso. 

Nesse mesmo nicho há uma inovação que já está presente em muitos restaurantes pelo mundo, é o chamado Cardápio em Realidade Aumentada. Essa ideia surgiu da insatisfação de milhares de pessoas que ao pedirem seu prato no cardápio convencional, ficavam totalmente insatisfeitos com o que recebiam, pois não era nada daquilo que se esperava, quem nunca vivenciou isso, não é mesmo? 

E foi pensando nisso que criaram um aplicativo de realidade aumentada, chamado KabaQ (disponível para IOS e Android) que utiliza de uma técnica própria de fotometria para apresentar ao cliente uma refeição virtual, capturando várias imagens de diversos ângulos das refeições, juntando todas essas imagens e criando modelos 3D dos pratos, que tem as dimensões reais das refeições disponíveis no cardápio, possibilitando ao cliente avaliar a aparência e também o tamanho do prato antes mesmo de fazer seu pedido. 

 

Experimentar o sobrenatural da tecnologia

Inovações como essas estão nos preparando para experimentar o “sobrenatural” da tecnologia. Empresas já estão fazendo investimentos altíssimos em novos recursos, contando com o avanço das tecnologias de realidades virtual (RV) e aumentada (RA), abrindo assim um novo leque de possibilidades de serviços, aplicações e inovação para o mercado, principalmente no que diz respeito a comida em realidade virtual.

Primeiro foi o cardápio em realidade aumentada, depois, a comida em realidade virtual, mas sabemos que são novidades para muitos, e que em muitos lugares nunca nem se ouviu falar de tal tecnologia, é algo que está se infiltrando aos poucos e cada vez mais rápido em nossa sociedade globalizada. 

O que será que nos espera no futuro? Não há como saber, pois as inovações têm se mostrado cada vez mais velozes e surpreendentes, mas seja o que for que nos espera, certamente virá para adaptar às nossas necessidades e desejos, nos proporcionando experiências novas e ilimitadas!

Agora, conta pra gente o que achou dessa novidade! Você já havia ouvido falar nessa tecnologia antes? Toparia experimentar? Enquanto ela não chega em nossos restaurantes, que tal experimentar comida de verdade e saborosa? Melhor ainda se for economizando com o Duo Gourmet, não é mesmo? Então confere essa lista com os melhores restaurantes do Brasil, para você comer bem e economizar!

Related posts

Deixe uma resposta

Required fields are marked *