Categorias

Aproveite o post

Curiosidades

Culinária coreana: conheça mais! 

Culinária coreana: conheça mais!
Comidas Coreanas

A gastronomia de um país é construída a partir da influência de vários fatores históricos, culturais e econômicos.

E a culinária coreana não é diferente, principalmente observar o contraste dos aspectos políticos e ideológicos que resultaram na separação e nos conflitos entre os países: Corea do Norte e Corea do Sul.

Neste post, trouxemos mais informações sobre a culinária coreana, suas influências, pratos típicos e outras curiosidades.

E, claro, todas essas mudanças sociais resultaram em mudanças na gastronomia de ambos os locais. Venha entender mais sobre o assunto

Coreia do Norte x Coreia do Sul

Apesar das grandes diferenças, é preciso lembrar que até meados do século XX não existia essa divisão territorial entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul. Foi somente no final da Segunda Guerra Mundial que o território da Península Coreana, que fazia parte do domínio japonês, foi rendido pela União Soviética, que ocupou a região norte, e pelos Estados Unidos, que ocuparam a região sul.

Antes disso, a Península era um território unificado, ocupado por uma só nação. Embora suas regiões tivessem influências de fatores históricos e geográficos distintos, tinham uma cultura, tradição e culinária em comum.

Com a divisão territorial, os conflitos, invasões e ataques entre os países começaram em 1950, mas cessaram após 3 anos, mas as relações permaneceram estremecidas, temendo a volta de conflitos diretos.

Somente em 2018, os líderes da Coreia do Norte e da Coreia do Sul se reuniram para assinar um tratado de paz, encerrando oficialmente a guerra. Porém, após tanto tempo separadas, as nações acabaram se distanciando bastante nos aspectos políticos, econômicos, gastronômicos, tecnológicos, culturais e outros.

A gastronomia da Coreia

Baseada em mitos, lendas e tradições nômades e agrícolas, a cozinha coreana possui uma interação história entre o ambiente e a costumes antigos — baseada, principalmente, em arroz, tofu, vegetais, carnes e macarrões.

No que se refere à culinária coreana, pode-se dizer que o Norte, mais fechado aos outros países, tem como base da alimentação a produção interna, em especial o arroz.

Já o Sul, por ter uma abertura comercial maior e às influências estrangeiras, possui grande variedade de alimentos, e se abastece da cozinha tradicional e europeia.

Ingredientes típicos da culinária coreana

Uma vez que os pratos típicos variam de região, os ingredientes básicos são comuns em várias receitas, como o tofu, o arroz, a carne e o macarrão. Também são comuns o óleo de gergelim, alho, molho de soja, gengibre, pimenta, repolho, a doenjang, uma pasta de feijão fermentada, e a gochujang, uma pasta de pimentão. Com relação à carne, há a preferência pela carne bovina.

De acordo com a história, quando chegou ao território que conhecemos hoje como a Província Coreana, o arroz era utilizado como forma de pagamento de impostos. Um tempo depois se tornou alimento básico da culinária coreana.

A soja, por sua vez, tem registros de ser cultivada na região há séculos antes de Cristo. E a pimenta, que se tornou um dos principais condimentos utilizados na culinária coreana foi introduzida na região após o século XVI.

Na Coreia, há também uma forte tradição budista, a partir da qual surgiu a culinária vegetariana, comidas coreanas. Por isso, há muitos restaurantes com opções de pratos vegetarianos, chás e vinhos sem álcool.

Pratos da culinária coreana

(Créditos: Escola Educação)

Pratos tradicionais da culinária coreana

A gastronomia coreana, com ingredientes característicos e sabores peculiares, é bastante procurada na Ásia Oriental, além de ser preparada por diversos restaurantes no mundo. E alguns dos principais pratos são:

Kimchi

É um prato tradicional presente em várias refeições coreanas. Normalmente, é feito com a mistura de acelga, pasta de pimenta, gengibre, alho e outros condimentos, mas pode ter variações, como a presença de açúcar, vegetais, morolho de peixe e camarão.

Bulgogi

É o modo mais tradicional de preparo da carne bovina coreana. Na receita, ela é cortada em pedaços finos para ser marinada em gengibre, molho de soja, alho, açúcar e outros temperos típicos. Depois, é grelhada em alta temperatura para pegar um sabor defumado.

Tteokbokki

Receita tradicional cujo principal ingrediente é o arroz. Trata-se de uma sopa feita com bolinhos de arroz cilíndricos, anchova, pimenta, ovos cozidos e cebolinha.

Gimbap

Muito semelhante ao sushi, o gimbap é a versão coreana do prato de origem japonesa. O bolinho de arroz é envolto em alga e recheado com cenoura, pepino, carne e ovos.

Dol Sot Bi Bim Bap

Prato tradicional e simples. Trata-se do risoto coreano, preparado com arroz oriental cozido, carne moída refogada, cebola e legumes como a berinjela, o chuchu, broto de feijão, nabo e abobrinha.

Baesuk

É uma sobremesa típica feita com peras apimentadas no molho de gengibre e mel. Normalmente é servida gelada.

Hotteok

Sobremesa típica cuja massa remete à panqueca. Possui diversas versões, mas a tradicional é recheada com mel, açúcar, canela e amendoim. Também é bastante conhecida a versão com recheio de frutas secas.

Como vimos, a culinária coreana possui grande variedade e riqueza de sabores, e esses são apenas alguns dos vários pratos típicos dos países. Há muitos outros que não foram listados aqui, mas que também vale muito a pena conhecer!

Conte para a gente o que você mais achou interessante, ou quem sabe uma curiosidade que não citamos aqui.

Esse post merece 5 estrelas?
[Total: 103 Média: 4.5]

Banner conteúdo 30 reais off plano anual Duo Gourmet

Deixe um comentário