Categorias

Aproveite o post

Curiosidades

Culinária indiana: conheça mais! 

Culinária indiana: conheça mais!

Assim como a índia, sua culinária é colorida, viva, rica e bem saudável! É reconhecida pelo marcante e extenso uso de vários tipos de temperos, condimentos, ervas e outros vegetais, além de algumas frutas locais. A culinária indiana vária muito em cada região do país, isso porque, cada família possui uma forma de cozinhar diferente.

Assim como em outras culturas, a religiosidade se mistura com a gastronomia, na Índia não é diferente, as crenças hinduístas vem demonstrando grande influência na culinária indiana. Mas o que mais demarca são as grandes interações regionais, que acontecem desde o subcontinente com os povos mongóis, até a ocupação e saída dos britânicos, o que trouxe muita influência internacional para a culinária.

Os temperos comercializados entre Índia e Europa tiveram muita importância histórica, pois foi a partir desse comércio que a Índia foi sendo “descoberta” pelos europeus, os principais alimentos comercializados eram a pimenta, o gengibre, a canela, o cravo e a noz-moscada.

 

Influências na culinária indiana

Com toda está troca entre continente e países, a culinária indiana vem a cada dia influenciando as cozinhas de todo o mundo, especialmente no sudeste da Ásia e no Caribe; e apesar de ser caracterizada por sua diversidade, tem algumas tendências bem generalizadas em todo seu território.

Um dos ingredientes mais famosos da índica é o Curry, um molho muito usado para temperar diversos pratos, mas, na verdade, na índia ele é mais do que um molho, é uma forma de temperar, que acabou gerando o nome do molho em outros países. O curry, originalmente são pedaços de carne, legumes, verduras, ou outros alimentos temperados, tipicamente em um molho temperado; já o “pó de curry” que se encontra no ocidente é uma criação recente que não é indiana, mas foi inspirada pelas várias misturas de especiarias que são comuns na Índia. 

 

Alguns pontos importantes da culinária indiana

A Índia possuí a maior taxa de vegetarianismo mundial, cerca de 30% da população, muito influenciados pela religiosidade hinduísta, em cada região vemos variações também; no litoral, no nordeste e entre os muçulmanos o vegetarianismo é bem menos comum, já entre os jains e os brâmanes é praticamente unânime.

A vaca, por exemplo, é um animal considerado sagrado na religião hindu, sendo assim, a carne de boi não é muito comum na Índia; quando consumidas, as mais comuns são as de frango e cabra.  Os peixes e frutos do mar, como o camarão, também são bem populares, com destaque para as regiões litorâneas do país, como Kerala, Goa, e Bengala Ocidental. Já a carne de porco não é muito comum, pois os hindus acreditam ser um animal imundo, assim como os muçulmanos e judeus, por exemplo. 

O thali é um exemplo de prato muito consumidos pelos indianos, consiste em uma grande tigela, com várias tigelinhas pequenas dentro, em que são colocados curries de legumes e verduras, dal (lentilhas), coalhada, molhos, entre outros. Além disso, vem com um monte de arroz no meio do prato; já no norte do país, é mais típico encontrarmos pães também.    

A culinária indiana é comumente muito temperada, pela riqueza de especiaria existente no país, como por exemplo: açafrão, assafétida, canela, cardamomo, coentro, cominho, cravo, cúrcuma, erva-doce, gergelim, hortelã, louro, macis, mostarda, noz-moscada, pimenta branca, pimenta preta, e tulsi (um tipo de manjericão indiano), alho, gengibre, coco, tamarindo, e vários tipos de chilis também estão entre os temperos indianos mais populares

 

Temperos 

É comum achar que toda comida indiana é picante, o que não é verdade, a maior parte sim, mas também há pratos com temperos mais leves. Como a culinária por aqui depende muito da região, por exemplo, na cidade de Hyderabad geralmente é muito picante, já no estado de Gujarat é mais doce, que usam um tipo de rapadura (jaggery) inclusive nos pratos salgados. Mas mesmo os pratos com pouca ou nenhuma pimenta, são muito fortes por causa da quantidade de outros condimentos e especiaria usadas para temperar. 

 

Pausa para uma curiosidade

Uma curiosidade é que os indianos nunca comem com a mão esquerda, mas sempre com a direita, isso porque a mão esquerda é utilizada para coisas consideradas “sujas”, e como substituto do talher usam pão na região norte, e o arroz na região sul. Mas fique tranquilo, que quem visita a Índia consegue se sair bem, pois vai encontrar também talheres convencionais, como garfo, faca e colher; principalmente nos restaurantes, pois os indianos também comem alguns pratos com talheres, como as sopas e sobremesas, qualquer coisa é só solicitar ao garçom.

 

Pães


Os pães indianos são achatados e possuem um agrande variedade, os mais consumidos na região norte são o roti, chapati, naan, e paratha. O interessante é que ao comer em restaurantes os indianos dividem toda a comida, cada um coloca em seu prato o que vai querer comer com os pães. Gastronomia e boas companhias andando juntas, é o que o Duo Gourmet também acredita!

 

Dosa

É um tipo de crepe feito de vários grãos diferentes e recheado com misturas ou simplesmente molhado com sambar (um condimento ralo que pode ser comido como sopa também). Ou também com o chutney (feito de tomate, coco, hortelã, ou outras ervas). São comidos de igual forma aos pães indianos, separa-se um pedaço com a mão direita, e usando-a também para pegar um pouco do recheio.

 

Bebidas

A bebida preferida e mais consumida na culinária indiana é o chá. Normalmente é apreciado com leite e açúcar, ou com especiarias, como o cardamomo e o gengibre.  


Sobremesas

As mais populares na Índia são o gulab jamun, kheer e kulfi. Assim como outros doces, laddu, jalebi, barfi, rasgulla, e rasmalai.  Os mais famosos são os doces da região de Bengala.

 

Gostou desse nosso passeio pela culinária indiana? São muitos sabores para se conhecer e degustar, cultura e religiosidade para aprender e respeitar. E se ama uma comida asiática, ou está doido para conhecer, é só conferir os seletos restaurantes do app Duo Gourmet e aproveitar!

Related posts

Deixe uma resposta

Required fields are marked *