O pesto é um molho italiano muito conhecido e saboroso. Originário da cidade de Gênova, na Ligúria, ao norte da Itália.

Tradicionalmente é composto por folhas de manjericão moídas, pinhões, alho e sal; também leva queijo parmesão ou pecorino, que são ralados e no fim misturados com azeite extravirgem e temperado com pimenta preta. Mas sabemos que em cada região o molho vai ganhando outras versões típicas e diferenciadas.

Já a receita considerada oficial, chamada “pesto alla genovese” é bem mais rigorosa, apenas no que tange a qualidade e origem dos ingredientes e a forma de o prepará-los.

Conheça os detalhes: o basílico deve ser da Riviera Ligure e bem fresco, onde utiliza-se as folhas mais novas; o azeite deve ser impreterivelmente extravirgem, se puder inclusive daquela região; já o queijo pode ser o “Parmigiano-Regiano”, ou mesmo um queijo fresco de os pinhões podem ser substituídos por nozes ou avelãs.

Agora vem o mais importante, os ingredientes devem ser moídos em uma almofariz (uma espécie de pilão) de mármore com a mão de madeira.

Na hora de moer também é importante seguir uma ordem, triturando primeiro o manjericão com sal grosso marinho e posteriormente os outros ingredientes; esta é a origem do nome do molho – moer, que na língua italiana quer dizer: “pestare”.

E de acordo com essas regras, o pesto pode ser servido apenas como uma “pasta” com trenette, que é um tipo de fettucini, lasanha ou inhoque, ou ainda com batata cozida ou vagem.

 

Agora vamos a uma receita

Como falamos anteriormente, para além da tradição temos várias formas de preparar o pesto, que levam em consideração o gosto do chef, sua ousadia, os ingredientes disponíveis e as culturas locais. E sabemos que o brasileiro é assim, faz tudo do seu jeitinho!

 

Ingredientes:

4 dentes de alho

1 colher de chá de sal

1 xícara de chá de folhas de manjericão, fresco

3 colheres de chá de pinoli ou nozes, sem casca

100 g de queijo pecorino ou parmesão, ralado

1/2 xícara de chá de azeite

Pimenta do reino a gosto

 

Modo de preparo

1-Descasque os dentes de alho, passe pelo espremedor e coloque em uma tigela.

2-Adicione a colher de chá de sal e misture muito bem.

3-Triture os pinolis ou as nozes (no processador, com um pilão ou com as mãos) e junte alho e sal. Lave as folhas de manjericão. Seque e pique em pedaços bem pequenos. Coloque também na tigela. Acrescente o queijo e o azeite e misture muito bem até obter uma pasta homogênea.

4- Finalize temperando com um pouco de pimenta do reino e conserve em um vidro esterilizado.

 

Segunda receita

E como já falamos aqui da receita tradicional e também de uma mais flexível, acredite se quiser, temos até receita de pesto detox, e essa vamos compartilhar com você agora: simples, saudável, fácil e rápida!


Ingredientes:

Manjericão: 1 maço só as folhinhas

Suco de meio limão siciliano

1 dente de alho

Azeite de oliva extravirgem: 1/2 xícara (aqui pode ser mais ou menos, depende do gosto)

Sal a gosto

 

Modo de preparo
É só juntar todos os ingredientes e bater no liquidificador!
E para finalizar, vamos apresentar para você um ótimo restaurante italiano, onde poderá saborear um delicioso pesto, levando seu acompanhante e ganhando um prato como cortesia com o aplicativo Duo Gourmet.

 

Zena Caffè

Uma casa muito respeitada que fica no bairro dos Jardins, em São Paulo, e leva o charme de uma vila típica italiana, oferece gastronomia de qualidade em um ambiente descontraído.

A casa, que leva o nome de Zena (que no dialeto lígure significa Gênova) serve pratos italianos inspirados na região norte da Itália, mais especificamente na Ligúria, assim como nosso famoso pesto. Lá você poderá saborear um delicioso Búfala e Pesto, composto por massa de focaccia bem fina recheada com mussarela de búfala e pesto.

Endereço: Rua Peixoto Gomide, 1901 – Jardins – São Paulo /SP
Telefone: (11) 3082-9362